sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Resenha: O ar que ele respira - Brittainy C. Cherry



O ar que ele respira - Brittainy C. Cherry

Série Elementos

"Nós dois juntos era uma ideia terrível. Éramos instáveis, estávamos destruídos, não havia como negar. Ele era o trovão, e eu, a nuvem escura. Estávamos a segundos de criar a tempestade perfeita."

"— Mostre pra mim o que você tenta esconder. Mostre onde dói mais. Quero ver sua alma."


"Ela era o meu tesouro. Eu a adorava por tudo que ela era, e também pelo que não era. Eu a adorava na luz do sol e nas trevas da noite. Adorava-a com seus gritos e seus sussurros. Adorava quando brigávamos e também quando estávamos em paz. Era muito óbvio o que ela significava para mim, era claro o motivo de eu sempre a querer por perto. Ela era simplesmente o ar que eu respirava." Tristan

Esse livro me deixou com uma ressaca literária, de dar gosto...

Elizabeth após um ano da morte do marido, resolve voltar com sua filha para casa que ela morava com o marido, disposta a recomeçar, só que a presença do marido está em todo lugar e fica mais difícil ainda quando ela conhece o novo vizinho, o grosso e sombrio Tristan. O que ela não sabia era que Tristan também tinha perdido a esposa e o filho de oito anos em um acidente, ela ainda tinha a filha que a fazia ir em frente mas ele não tinha mais nada, só vivia um dia após o outro.


Eu mergulhei fundo na dor de perder alguém, nunca me emocionei tanto como neste livro a cada lembrança que a Liz tinha do marido ou que o Tris tinha da esposa e do filho, a cada passo dado na relação dos dois, a cada recaída...Mesmo quando eu não estava lendo e eu me lembrava do livro as lágrimas vinham aos olhos, aí vocês podem dizer: Que livro deprê! Não, não é deprê, você chora, se emociona, fica com o coração apertadinho, mas é tudo lindo...Você vê eles depois de tanta dor, renascerem, o amor se sobrepondo a dor e enchendo os seus corações de esperança...Você pensa que devemos dar valor, muito valor, as pessoas que amamos enquanto elas estão ao seu lado, pois ninguém sabe o dia de amanhã.

Mas para compensar toda dor de Liz e Tristan, tem a melhor amiga da Liz, a Faye, pense numa garota totalmente sem filtro, você dá boas gargalhadas quando ela aparece em cena o que dá uma certa leveza ao livro, espero que o próximo livro da série seja com ela

Esse livro para mim foi completo, primeiro ela te leva as profundezas da dor de perder alguém, depois te dá esperança de se reerguer, te mata de amor, te dá um crush que é tudo, te enche de fofura com a Emma, filha da Liz, te dá uma amiga para rir e alguém para odiar do fundo do coração.

Nota: 5/5