segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Resenha: A garota que você deixou para trás - Jojo Moyes




Resenha:
Gente vou ter que passar uns dias sem ler para poder digerir esse livro, que historia fantástica criou a Jojo, poderia até ser uma historia real, tamanha a consistência do livro, ela nos deu um presente com duas historias de amor lindas em um único livro. Sophie e Liv, duas mulheres que sofreram perdas em suas vidas, mas que não desistiram por pior que elas fossem, sempre encontraram forças para seguir em frente.

"Cheguei mais perto e examinei meu rosto: As sombras embaixo dos olhos, os leves vincos entre as sobrancelhas, estremeci, mas não de frio. Pensei na garota que Édouard deixara para trás havia dois anos. Pensei no toque das mãos dele na minha cintura, seus lábios macios no meu pescoço e fechei os olhos".

O marido de Sophie é obrigado a ir servir no front e acaba sendo capturado pelos inimigos, apesar de não ter noticias dele, ela nunca esqueceu o marido e foi até as últimas consequências para poder se reencontrar com ele, sofrendo horrores, mas nunca perdeu a esperança.

"Saiba minha querida, que marco cada dia, não do mesmo modo que os meus companheiros, grato por ter sido mais um dia a ter sobrevivido, mas agradecendo a Deus pelo fato de cada um significar que seguramente devo estar vinte e quatro horas mais perto de voltar para você".

Liv após perder prematuramente o marido e ficar no fundo do poço psicologicamente e financeiramente, não desiste do quadro que foi presente de casamento do seu esposo, mesmo arriscando a ficar falida entra em um processo para ter o direito a ficar com o quadro de Sophie e acaba desvendando para o mundo a historia desse amor que sobreviveu a uma guerra, dessa corajosa mulher que foi contra todos atrás do seu amor, sem nunca desistir...

"O que isso ensina para a gente Sr.McCafferty, é que na vida há coisas muito mais importantes do que vencer".

E na batalha judicial para poder ficar com o quadro acaba encontrando Paul que lhe dá esperança de que pode voltar a sonhar com a felicidade e com o amor...

E enredada a essa trama encontramos uma descrição do poder de destruição de uma guerra, soldados, homens, mulheres, crianças, idosos passando por situações de fome, pobreza, feridas no corpo e na alma que nunca cicatrizam, marcas que estarão sempre presentes na vida das pessoas que viveram uma guerra e também em seus descendentes.
 

Os personagens secundários são muito bem constituídos a gente se envolve com cada um deles, sofre com eles, ama e tem esperança.
Vou ter que ler novamente e muito em breve, para poder saborear cada pedacinho deste livro, sem deixar passar nem uma virgula e nem um personagem que na euforia de saber logo o final da história eu possa ter perdido.
Tomara que este também vire filme...


Sinopse:Durante a Primeira Guerra Mundial, o jovem pintor francês Édouard Lefèvre é obrigado a se separar de sua esposa, Sophie, para lutar no front. Vivendo com os irmãos e os sobrinhos em sua pequena cidade natal, agora ocupada pelos soldados alemães, Sophie apega-se às lembranças do marido admirando um retrato seu pintado por Édouard. Quando o quadro chama a atenção do novo comandante alemão, Sophie arrisca tudo a família, a reputação e a vida na esperança de rever Édouard, agora prisioneiro de guerra. Quase um século depois, na Londres dos anos 2000, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa com paredes de vidro. Ocupando lugar de destaque, um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido pouco antes de sua morte prematura, a mantém ligada ao passado. Quando Liv finalmente parece disposta a voltar à vida, um encontro inesperado vai revelar o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Ao mergulhar na história da garota do quadro, Liv vê, mais uma vez, sua própria vida virar de cabeça para baixo. Tecido com habilidade, A garota que você deixou para trás alterna momentos tristes e alegres, sem descuidar dos meandros das grandes histórias de amor e da delicadeza dos finais felizes.