domingo, 5 de fevereiro de 2017

Resenha: Guiado pelo ódio ao encontro do Amor - Janaína Melo


O que você faria se tudo que você acreditasse sobre a sua vida fosse uma mentira?

Janaína Melo nos apresenta Sólon, uma criança que foi abandonado pela mãe aos cuidados de um pai totalmente indiferente a sua presença, uma criança de 6 anos que de repente se vê só  no mundo mesmo tendo um teto sobre sua cabeça, que só sobrevive devido aos cuidados do enfermeiro de seu avô, que sempre consegue um jeito de lhe dar pelo menos algo essencial: alimentação.
  
Mas mesmo assim Sólon sobrevive e consegue se formar em Medicina, vai embora do país e tenta ao máximo esquecer o passado, é bem sucedido... 

Pelo menos até seu pai ficar doente, desenganado pelos médicos e ele ter que voltar a cumprir o papel de filho, mesmo que ele não tenha sido um pai e sim um estranho em sua vida, mas ele em seus últimos momentos de vida, deixa uma dúvida cruel, onde tudo que ele sempre acreditou sobre o seu passado não passou de uma mentira, que sua mãe não o abandonou, e o que era pior ela estaria viva e correndo risco de vida. 

Então Sólon começa uma viagem ao passado de sua mãe, em busca de respostas, e acaba se empregando como motorista de um ex-namorado de sua mãe, para tentar descobrir onde sua mãe poderia estar e lá ele conhece Esther, filha de Leônidas, que vai tirar a sua vida dos eixos.

Em uma trama muito bem construída, somos completamente envolvidos nas vidas de Sólon, Esther, Leonidas (pai de Esther), Alice (mãe de Sólon) e Juliano (pai de Sólon). Janaína Melo conduz essa história com extrema maestria, sem deixar pontas soltas, sem deixar vazios na história. Onde no final a gente precisa saber mais de cada um dos personagens envolvidos, pois todos são excelentes, muito bem escritos cada um tem seu lugar na trama, cada um tem uma função muito bem estabelecida, ninguém está lá por acaso.

Uma história com mistério, ação, reviravoltas, suspense, uma dose de sensualidade (não é hot), intrigas, segredos e tudo mais que um excelente livro precisa.  Quero parabenizar a autora por esse livro, por essa maravilhosa história que me fez sofrer, chorar, sorrir, suspirar e me apaixonar. 

Ultimamente tenho lido muitos livros que nos apresentam uma semana, quando muito um mês na vida de um personagem , e neste curto espaço de tempo eles se apaixonam, resolvem seus problemas e são felizes para sempre, mas nesse livro nos temos uma vida... Alíás, uma não quatro vidas, duas gerações, ligadas por um segredo, um crime que mudou totalmente o destino de cada um deles, e Sólon movido pelo ódio, vai de encontro ao amor, o amor que lhe foi negado durante toda a sua vida. 

Conseguira ele recomeçar? Conseguirá recuperar o que foi perdido? Conseguirá esquecer seu  tão amargurado passado? São muitas perguntas, e se você ficou curioso leia esse livro e embarque nessa história maravilhosa.

O que esse livro trouxe para minha vida? Que o amor sempre vale a pena, e que sempre devemos ir atrás de uma explicação, nunca acreditar nas aparências, nada como uma conversa olho no olho.... De sempre mais uma chamce ao amor.

Sinopse: 

Sólon é um homem que não conhece o significado da palavra "amor", pois nunca o recebeu. A ausência desse sentimento ao longo de sua vida transforma-o em um homem frio, calculista e com um coração de pedra. Essas características o ajudam a alcançar, ainda jovem, o sucesso profissional. Sua vida pessoal, ao contrário, é um fracasso, mas um telefonema pode mudar tudo! Tudo em que ele sempre acreditou não passa de uma grande mentira. Agora a vida de Sólon está prestes a dar uma reviravolta, pois a mesma notícia que o faz encher-se de ódio, levando-o ao puro desejo de vingança, é também a responsável por fazê-lo encontrar aquilo que ele nunca teve.

Ebook disponível na Amazon