terça-feira, 28 de março de 2017

Resenha: Ink Me - Ivanka Majewski

  

Nesse livro eu mergulhei em um universo que eu não tenho nenhuma convivência, o mundo das tatuagens, mas que eu admiro muito, pois deixar sua arte marcada para sempre na pele de uma pessoa, deve ser incrível.... A autora conseguiu me deixar bem a vontade nesse universo, os ambientes, as posturas, o palavreado, sem ser uma coisa forçada e ainda bem realista...Derek e Cara são duas pessoas marcadas pela vida e que escolheram viver às suas vidas do jeito que lhes convém sem se ligar definitivamente a ninguém... Cara é uma artista com grande potencial, mas que está no fundo do poço, sem emprego e sem conseguir viver de sua arte, até que seu amigo Julius (e que amigo, eu quero ele para mim) consegue arranjar um emprego num Studio de Tatuagens Ink Me. Ela se identifica logo no primeiro dia com local e os colegas. Apenas com seu patrão o lindo e distante Derek, não se enturmou logo. Nas palavras dela: "Derek Hammer Jones, o babaca mais gostoso da história. Ele continuou fazendo piadinhas e chamando de garota, é claro, nada que eu não pudesse aguentar. Mas, pelo menos, parecia mais… não simpático, nem legal, muito menos educado. Suportável. Sim, era aquela palavra."

Mas com o passar do tempo e a convivência eles acabam se envolvendo e descobrindo que o que os une é bem mais do que somente o desejo... 

"— Porque eu vivo na beira do abismo de perder o controle perto de você, e não quero que isso aconteça de verdade. Eu fico longe porque não quero me envolver com ninguém, muito menos com você. Mas toda vez que você está por perto… eu fico sem esperanças..." 

..." — Sem esperanças do que, D? — Meus olhos brilharam de curiosidade. Agora que a tensão sexual estava mais leve, eu percebi que não estava claro para mim o que ele queria dizer. — Em fingir que não quero que dê certo."

..."porque era mais do que um rosto bonito em um corpo gostoso, era aventureira, inteligente, maluca, imprevisível. Porque era uma maldita confusão na minha cabeça, o tipo de mulher que nunca quis me envolver, já sabendo que, uma vez com ela, não conseguiria fugir." 

"Toquei sua mão, que de imediato se enlaçou à minha. Por estar fora de seu campo de visão, permiti um sorriso sem censura: era cada vez mais claro e mais impossível de negar o quanto eu precisava de Derek Jones por perto. E aquilo era assustador."

Mas eles ainda não estavam preparados para reconhecer e viver esse amor.... Sabe quando tinha tudo para dar errado e realmente dá errado? Pois é... 

Esse livro me fez pensar que tudo tem o tempo certo de acontecer, que apressar o tempo pode não der uma boa ideia, pois no amor, temos que realmente estar preparados para chegar inteiros e não pela metade. 

Acompanhar o crescimento do casal foi muito legal, e a autora abordou assuntos interessantes como o distúrbio da dupla personalidade, quando uma pessoa se esconde atrás de outra personalidade, por não saber lidar com algumas situações. Os personagens secundários são excelentes, muito bem construídos que completam com as tramas secundárias a história principal, de modo que a trama fica muito rica, sem vazios.... 

O livro é narrado alternando os pontos de vista de Derek e Cara, e eu achei muito legal é que durante um diálogo ela muda de ponto de vista, sempre repetindo a última frase dita, ficou bem interessante... Mas não é só a visão dos dois que vemos, de vez em quando temos a visão de personagens secundários que vão complementando a história. Realmente gostei muito dessa história tão rica em aprendizados, amizades incríveis e amores inesquecíveis. Recomendo... 

"O segredo para ser feliz é aceitar que todas as coisas que acontecem, tem um motivo. Uma porta fechada, uma demissão, uma perda, um término, um luto. O lugar onde você está hoje, com as pessoas que convive e a vida que leva fazem parte de um conjunto decisões diretas e indiretas. E a sua felicidade pode estar no final daquele dia onde tudo pareceu dar errado."



Sinopse:

Cara Wilson é uma artista viciada em controle e coberta em dívidas, que vive de aluguel em um pulgueiro. Tem uma vida dura, um salário que mal paga a comida, e um passado cheio de complicações.

Após perder todas as oportunidades de emprego, Cara encontra a luz do fim do túnel no Ink Me, um estúdio de tatuagem no centro de Toronto, popular como seu dono frio, irônico e debochado, Derek Jones.

Vulgarmente conhecido como Hammer, Derek é o típico personagem durão e desprovido de sentimentos, orgulhoso e em uma luta eterna com seus fantasmas do passado, como um grande segredo sobre sua família, uma terrível lembrança de sua ex-namorada e um alter ego perigosíssimo.

Será que Cara e Derek, tão diferentes, se destruirão em orgulho e controle? Ou eles travarão uma luta muito maior do que o Ink Me? Uma leitura cheia de orgulho, desejo, traumas, poder e obsessão. Como uma tatuagem, Ink Me vai marcar você.

Mais de 140 mil leituras no Wattpad,  na Amazon.
Gostou? Adquira o seu AQUI.