Resenha: O Homem que Amei - Vall Chruscielski


Apenas uma palavra pode resumir esse livro: Doce. Mas um doce gostoso na medida certa. Uma história sensual e inocente ao mesmo tempo.

Um homem aprendendo a amar... Uma mulher aprendendo o prazer...

Conheci a autora antes de ler o livro e foi sua simpatia e timidez me conquistaram, e essa mesma timidez eu encontrei no livro, mas isso não foi algo negativo, deu um toque especial a história, pois apesar de ter cenas eróticas, essas são relatadas do ponto de vista da Eva, uma garota de 22 anos que ainda é virgem e está descobrindo sua sensualidade.

Eva perdeu toda sua família em um acidente, ficando sozinha, com algumas dívidas e tendo que começar tudo do zero,  durante muito tempo viveu sem forças de seguir em frente, mas aos poucos está começando a sair do seu luto e encarando a vida novamente. E justamente aí conhece Henri, filho de um cliente que frequenta o bar que trabalha como garçonete. A atração entre eles é instantânea, mas Eva se recusa a se envolver, pois ele é justamente o que ela não precisa no momento: Um Don Juan lindo e atraente que tem as mulheres aos seus pés.

"Eu recém estava conseguindo sair do buraco negro em que tinha ido parar quando perdi minha família. Não gostaria de voltar para aquela escuridão novamente."

Henri não te planos de se envolver com nenhuma mulher, ele é misterioso, esconde um passado que o atormenta, mas ao encontrar Eva, tudo muda, mesmo querendo manter distancia  ele não consegue se afastar. Ele não quer se envolver, mas não deixa que ela se envolva com outro. 

Como diz Pooh, o melhor amigo de Eva, que trabalha com ela no bar.

"— Então você vai sair com o Senhor Sorriso Iluminado para provocar o Senhor Perfeito Arrogante? "

"— Ele é o Senhor Perfeito Arrogante, que não me quer por perto, mas também não me deixa ficar longe."

Ele a protege, cuida, e te faz suspirar, com seu jeito carinhoso, acaba conquistando Eva (e as leitoras) e a mesmo tempo é conquistado pela doçura e inocência de Eva (mas ela não é aquela mocinha bobinha e songa monga, que fique bem claro)

"Balancei minha cabeça em concordância, no entanto me sentia perdida e confusa... Uma parte dentro de mim estava adorando ser cuidada daquela forma, pois fazia muito tempo que ninguém cuidava de mim, já a outra parte, dizia para eu sair correndo dali o mais rápido possível."

E eles se rendem a essa amor, e faz o leitor suspirar até o infinito...

"Corri meus dedos carinhosamente por seus cabelos ainda úmidos, ele soltou um gemido apreciando meu toque. Seu braço circulou minha cintura, puxando meu corpo para mais perto dele, fazendo-me ciente do seu desejo. Travei uma luta para controlar as batidas do meu coração. Sua demonstração do que estava sentindo quebrou um pedacinho do meu medo. Estava definitivamente me perdendo nele." 

Mas algo atrapalha a total felicidade do casal, um segredo, algo que está sempre rondando, a espreita, e nós pobre leitores, ficamos como? Com o coração apertado, esperando... Será esse amor forte o suficiente para suportar quando esse segredo vier a tona? Seremos nós leitores fortes o suficientes, para não pular algumas páginas e olhar logo o que vai acontecer? Eu resisti bravamente, mas foi difícil, muito difícil e quando isso aconteceu foi impossível segurar as lágrimas, e não mergulhar na dor dos personagens.

Estou encantada, o jeito que a autora nos conta essa história a fez única, com emoção, pureza, sensualidade e doçura, tem o poder de deixar o nosso coração apaixonado e querendo mais dessa história, mais desses personagens...

Eu os convido a conhecer essa Doce Menina e seu Príncipe. E depois me contem o que acharam...

* Textos em negrito e itálico foram retirados do livro.

O Homem que Amei

Eva Salvatore se vê em uma situação que ninguém gostaria de estar: completamente sozinha no mundo. Após um terrível acidente que leva embora sua família, ela vai precisar recomeçar do zero. Mas como?
Henrique Tharse, um nome que causa impacto. Famoso não só por ser impiedoso nos tribunais, mas também fora deles. Relacionamentos são a última coisa que ele deseja, afinal, sua cama nunca está vazia.
Dois caminhos diferentes que se encontram.
A atração que sentem um pelo outro é inegável, mas ambos vão resistir a esse amor que promete ser o mais avassalador de suas vidas. Por quanto tempo eles serão capazes de negar seus sentimentos?
Mas no meio dessa incrível e apaixonante história de amor, pode haver uma incógnita, um mal resolvido, capaz de causar uma grande destruição.
Embarque nesta história de superação e perdão em que o amor prova ser mais forte do que qualquer adversidade.

Onde Comprar: Amazon 

Postagem em destaque

Momento Harlequin - Resenha: A Verdade Sobre Amores e Duques - Laura Lee Guhrke

Esse livro é maravilhoso, a autora nos trás uma mocinha de um romance de época bem diferente do usual, Irene Deverill ela é a frente de ...