Primeiras Impressões: Um Amor para Johan - Amanda Bonatti


Um Amor para Johan...Mais um romance de época, gente estou viciada novamente em romances de época, mas esse trás algumas coisas que o tornam bem peculiar.

A história se inicia com Johan Motier o nosso mocinho bon vivant, ele é o segundo filho, como sabemos não tinha direito a herança da família, seu irmã mais velho Philip que herdou tudo o que era de seu pai, que  não era muita coisa, mas após o falecimento de seu tio que possuía uma certa fortuna, que também foi herdada pelo irmão a situação da família melhorou bastante. E ele aproveitava dessa situação que seu irmão lhe proporcionava. Ele já estava ficando cansado daquela vida, sentindo falta de algo mais duradouro.

"Não sabia aonde ir, não queria mais voltar à La Maison e não tinha muitas amizades em Paris com quem pudesse se distrair naquela noite. Johan percebeu, pela primeira vez em muitos anos, de que estava realmente sozinho; e não gostou disso."
Até aí tudo bem, mas eis que a autora começa a jogar mocinhas aptas a conquistarem o coração do nosso libertino.

Grizelda moça de uma beleza encantadora, grandes olhos azuis, e uma melancolia no olhar... Eu pensei que poderia ser ela...

Emma musicista que se apresentava no  La maison de L'amour junto com sua irmã gêmea (idêntica) Jeanne,  Johan ficou encantado com o talento dela e eles criaram um forte laço de amizade.

Genevieve não, essa não.

Eleanor irmã caçula de Genevieve, ela é cega e eu vou avisando que quero muito saber mais sobre ela.

Annemarie irmã adotiva de Genevieve e Eleanor, seu pai a trata como filha, mas a mãe (quase madrasta) não a vê como filha e acha que ela é uma má influência para suas filhas.

Assim começa essa história, a autora vai induzindo o leitor a pensar, a tentar montar o quebra cabeças, não apenas joga a história pronta. Quem é Emma? Quem é Anne? Existem algumas incógnitas e aos poucos vão sendo decifradas. Adoro esse tipo de livro, aquele que ao fechar as páginas, a história fica martelando em nossa cabeça, ficamos todo tempo tentando decifrar como vai terminar.

Annemarie, Anne, foi uma amiga muito querida de infância de Johan, uma história mal contada, acabou separando os dois,  após vários anos eles se reencontram e um sentimento floresce entre os dois.

Mas Johan não se sente ser merecedor do amor de Anne, pois acha que ela merece alguém melhor que ele, não sabendo como ela é tratada naquela casa por sua mãe e irmã. Por pensar assim se afasta.

"— Tem razão — concordou aproximando-se mais dela —, mas talvez esta seja a única virtude que tenho e a senhorita precisará de outras mais para ser feliz e entregar o seu coração. E amá-la é a coisa mais fácil que existe, não há mérito nenhum nisso."

A escrita da autora é deliciosa, direta, sem firulas o que faz que a leitura seja fluida, rápida. Uma história com personagens instigantes que nos fazem querer conhecer cada vez mais de cada um.

Estou super ansiosa para concluir essa leitura, pois temos muitos mistérios a resolver, quem são os pais de Anne? Por que ela é tão maltratada pela mãe? E Emma? Quem é ela, e por que o Sr Périer a levou para trabalhar em sua casa? São muitas perguntas esperando o lançamento desse livro.


Um Amor para Johan

Sinopse:

Quem daria créditos aos sentimentos de um libertino? Quem poderia julgar que Johan fosse um romântico? Teve apenas um amor, mas jamais pôde tê-la, e quando se esgotaram todas as esperanças, Johan acreditou que não havia nascido para o amor. A paixão sim, poderia vivê-la muitas vezes e se apaixonar todos os dias, mas o seu coração ficaria guardado e ressalvo de qualquer outra decepção futura. Era mais seguro; Johan desejou nunca mais amar outra vez... Mas então, algo aconteceu...



Lançamento em breve pela The Books Editora e na Amazon.



Livro anterior

Bosque de Faias

Sinopse 
O bosque de faias:
Joana é uma jovem francesa criada no seio de uma família pertencente à burguesia do século XIX. Ela luta pelo seu direito de liberdade; no entanto, em uma época em que os pais ditavam as regras e firmavam acordos nupciais unicamente baseados em dotes e interesses, ela precisará usar de toda a sua força e rebeldia para alcançar o que quer.
***
Saiba mais:
Joana é uma jovem francesa do século XIX, criada no seio de uma família pertencente à burguesia. Seu pai, Frederico Hour, é proprietário de algumas terras da região, e embora a família viva confortavelmente, ele busca através do casamento das filhas, uma maior posição social.
No entanto, Joana, a sua filha mais velha, se recusa a aceitar qualquer casamento arranjado. Ela anseia por sua liberdade em escolher seu par e também sobre o momento em que isso irá ocorrer. Porém em uma época em que os pais ditavam as regras e firmavam acordos nupciais unicamente baseados em dotes e interesses, ela precisará usar de toda a sua força e rebeldia para alcançar o que quer.
Vivendo sempre em conflito com a família e com a irmãs (que anseiam pelo casamento da irmã mais velha para que também possa chegar a vez delas), Joana vai constantemente até o bosque de faias, onde refugia-se para ler, pensar, ou simplesmente fugir daquela pressão em que vive na sua casa.
Se de um lado o coração de Joana clamará para que abandone o orgulho e dê uma chance para o amor; por outro lado, a dúvida, pressão e as conveniências sociais a empurrarão cada vez mais para um casamento sem amor.
O bosque de faias é um romance forte, que além de contar uma linda história de amor, resgata uma época histórica e todas as questões sociais da burguesia francesa no século XIX.

Onde Comprar: The Books EditoraAmazon