Resenha: Os Segredos dos Olhos de Lady Clare - Carol Townend


"Sentia-se tão escrava quanto no dia em que chegara. Será que um dia conseguiria a liberdade? Algumas vezes, Clare era só dúvidas e tristeza. Aquele era um desses dias. Não importava o que fizesse, o pesadelo estava sempre rondando. As pessoas não conseguiam evitar fitar seus olhos destoantes, um azul acinzentado e outro verde. Olhos assim eram impossíveis de se esconder."

Com esse quote eu inicio essa resenha, nele conhecemos um pouco de Clare, desde pequena foi criada como escrava, mas teve um momento que ela não suportou mais viver assim e conseguiu fugir, ela preferiu tentar fugir mesmo que na fuga ela pudesse ser morta. Mas quando conseguiu ter sua liberdade, ela passou a ser escrava do medo de ser encontrada pelo homem que a escravisou.

Após fugir ela foi resgatada por Geoffrey, um soldado que a levou para morar com a mãe dele Nicola e sua irmãzinha Nell, quando ele morreu, ela continuou cuidado delas, pois a mãe dele estava muito doente.

"Sabia-se que uma gangue de foras da lei estava atuando na cidade. Aquela jovem podia ter alguma ligação com o grupo. Como capitão dos Guardiões do conde Henry, o assunto interessava a Arthur."

Mas quando os caçadores de escravos aparecem na cidade ela foge novamente, mas é encontrada por Sir Arthur que estava investigando um roubo e Geoffrey estava entre os suspeitos, ele desconfiava que ela poderia ter alguma pista sobre os ladrões.

"Quem é ela? Ainda não fomos apresentados, mas conheço aqueles olhos. Quem é ela?"

Pela cor diferenciada de seus olhos, Arthur acaba descobrindo que ela possivelmente é filha do conde de Fontaine, o conde Henry lhe dá a missão de entrega-la ao pai, ele não fica muito satisfeito pois terá que parar as investigações e fazer essa viagem que seria um pouco demorada devido as condições climáticas.

"Valia a pena confiar em sir Arthur. Se fosse preciso, ele usaria a força para protegê-la e jamais a assediaria."

Clare decide ir com Arthur para saber se realmente seria filha do conde, pois essa seria uma chance de recuperar sua dignidade e ter uma vida mais tranquila, depois de passar por tanto sofrimento, mas se o conde não aceitar ou quiser controlar sua vida está disposta a fugir novamente.

"Não tinha propósito algum imaginar sir Arthur Ferrer como seu amante... mas desejava provar o beijo dele. Impossível! Nunca ansiara por nada assim. De homem nenhum."

Mas durante a viagem algo surge entre eles, ele logo percebe que ela seria uma companheira ideal para ele, pois eles tem muito em comum fora a atração quase palpável que sentem um pelo outro, e mesmo sem saber o que irá acontecer quando chegarem ao seu destino ele pede Clare em casamento.

Só que Clare não está disposta a casar com homem nenhum, pois considerava o casamento uma forma de escravidão, durante o cativeiro ela viu como as esposas eram tratadas pelos maridos, numa situação que em quase nada se diferenciavam a que ela própria estava vivendo como escrava.

Adorei a escrita da autora, você é absorvida pela história de uma forma que a leitura se torna bem rápida e uma coisa me surpreendeu muito (positivamente) foi a sensualidade dessa história, outra foi essa situação onde Arthur quer casar e a Clare não, que foi um tanto inusitada, principalmente em romances de época, ela se entrega para ele, mas quando ele fala em casamento ela já muda de assunto. Pois não quer mais ser dominada por nenhum homem.

É um livro que vai te surpreendendo a cada capítulo, quando você já está imaginando um desfecho, tudo muda o que faz você ficar super ansiosa para descobrir o final dessa história. Super recomento a leitura para quem gosta de um romance de época e uma mocinha disposta a tomar as rédeas de sua vida.

Com uma mensagem linda de igualdade, não importa seu status social, sua cor, sua crença, todos somos iguais, a única coisa que nos distingue é o caráter.

"Se todas as imperfeições fossem abolidas do mundo, viveriam num lugar bem mais pobre."

* Trechos em negrito e itálico foram retirados do livro.

Os Segredos dos Olhos de Lady Clare

Sinopse:

Enquanto investiga a causa do aumento de bandidos em Troyes, sir Arthur Ferrer encontra a misteriosa Clare, uma possível filha ilegítima do conde de Fontaine, da Bretanha. 

Ele então percebe que ela pode ser a chave para a sua própria salvação. A honra exige que Arthur a leve até o pai para que possa ser reconhecida, mas o desejo prefere que ela fique em seus braços. Será possível conciliar honra e desejo? 

A autora Carol Townend mais uma vez convida as leitoras para uma viagem inesquecível de volta a condados, cortes e reinos e às incríveis histórias de amor entre nobres da (nem tão) alta sociedade da época.

Onde comprar: Amazon

Saiba sobre os outros livros da autora publicados pela Harlequin no formato trade clicando AQUI.