Resenha: Sol em Júpiter - Lola Salgado


"Se já está com problemas, faça valer a pena."

Se esse livro fosse um bichinho, ele não seria um cachorrinho que chega com toda sua energia, pulando e abanando o rabo, dominando totalmente sua atenção, ele seria um gatinho, aquele que chega de mansinho, passa pelas suas pernas devagar, ronronando, quando você menos espera ele pula em seu colo e quando você vê, já está totalmente apaixonada.

Primeiro a Lola nos apresenta seus personagens Juba e Júpiter são totalmente diferentes um do outro, cada um em seu mundo, mundos opostos, mas quando esses mundos se juntam se completam.

"Júpiter tinha um jeito gostoso de falar, envolvente e suave, como ondas de um mar manso. Bem diferente de mim, por exemplo, que costumava cuspir as palavras desenfreadamente, até ficar sem ar."

Nós conhecemos Juba, ou melhor Sol Leão, naqueles dias em que tudo pode dar errado, e realmente dão errado, e é nesse dia que ela vê o Júpiter pela pela primeira vez...

Depois de vários contratempos ele consegue chegar para um evento no shopping e tem que dar um up no visual, mas acaba entrando no banheiro masculino e pega Júpiter num momento digamos...Inconveniente. 

Já no segundo encontro, assim que ela o vê fica envergonhada e foge dele correndo para o elevador, só que ele consegue chegar a tempo e entra com ela, aí o elevador para e eles tem que passar algumas horas juntos esperando o conserto do elevador, e acabam descobrindo que apesar de serem completos desconhecidos tem muitas afinidades.

"Era bizarro me expor tanto para ele, mas também era bom. Não precisei fingir gostar de saltos, nem estar impecável. Não precisei usar a máscara que  sempre colocava quando gravava os vídeos para o YouTube. Era apenas eu e nada mais."

Juba é uma famosa youtuber, mas que na verdade não é quem realmente mostra nos vídeos, ao longo do tempo ela acabou sendo e fazendo o que o público esperava dela e deixando de lado quem ela era.

"Todos descobririam que eu não merecia estar ali porque não tinha um terço da Juba dos vídeos. Sequer gostava de sapatos de salto. Ou de comidas saudáveis. E só usava roupas de academia para tirar fotos, porque eu era a maior sedentária de Florianópolis inteirinha."

Então Júpiter entra em sua vida e ela começa a ver tudo que estava acontecendo ao seu redor com outros olhos, ela faz ela querer mudar e ser a pessoa que ela era na verdade e não aquela pessoa que os outros viam nos vídeos.

"...A gente precisa aproveitar as coisas pequenas. Elas são valiosas. A vida não tem que ser dura."

Júpiter passou por uma tragédia em sua família, aos 16 anos teve que assumir o papel de pai para seus dois irmãos mais novos, ser o homem da casa após a morte de seu pai e ainda cuidar de sua mãe que nunca mais se recuperou totalmente da perda. Mas ele tinha um jeito todo especial de ver a vida e encarar os obstáculos.

"Então para não me tornar uma pessoa cheia de rancor, eu tentava desviar o foco das coisas ruins — sempre são grandiosas — para as boas, ainda que fossem pequeninas. Um sorriso, um por do sol, uma noite estrelada, um mergulho no mar, um abraço..."

A química entre eles é maravilhosa, a cada encontro nos deliciamos com diálogos cheios de bom humor e malícia, a gente lê quase todo livro com um sorriso no rosto. Mas uma coisa eu achei muito interessante, eles não tem aquele amor a primeira vista, não é aquela coisa intensa, logo por que a Juba está noiva do André (um mala) então eles desenvolvem primeiro uma amizade, vão se conhecendo aos poucos...

Bem acho que já falei demais por aqui, melhor vocês lerem o livro... Digo apenas que se você quiser um livro delicioso, divertido, leve, fluido e com várias mensagens lindas, esse é o livro.

Bullying

Uma das mensagens que o livro trás é sobre Bullying, o quanto as crianças podem ser maldosas quando não são bem orientadas e quão sérias podem ser as consequências para as que sofrem bullying, esse assunto é abordado de um modo que vemos que uma coisa sem muita importância, uma brincadeira, podem deixar marcas profunda. Algo que para uma criança pode passar batido em outra pode trazer consequências que ficaram na lembrança por muito tempo. Então o melhor sempre é orientarmos as crianças e manter a atenção voltada para eles, ficar atento aos sinais.

"Porque, para tentar passar despercebida, eu tive que fazer coisas que me deixavam mais genérica e menos eu. Coisas que apagavam minhas particularidades que me tornavam única, mas que, naquela época, eu via como defeitos. Precisava fingir ser alguém que não era eu. Alguém de quem eu sequer gostava. Queria com todas as forças, não ser a Juba. Porque os outros me convenceram que a Juba era uma pessoa desprezível e eu a odiava."


Sol em Júpiter

Sinopse:

Sol Leão é uma famosa youtuber de Florianópolis.

Apaixonada pela sua “juba”, que dá nome ao canal, a jovem mostra ao mundo seu estilo e sua vida perfeita em vídeos divertidos e calorosos.

No entanto, a vida real pode ser um pouco diferente disso, e um jovem com o estranho nome de Júpiter aparece para balançar o mundo de Sol e questionar as certezas que ela achava que tinha.



Onde Comprar: Amazon