Resenha: Bruto e Apaixonado - Janice Diniz

Ô livro besta de bom, sô!

Mais uma vez me apaixonanda pelos cowboys de Janice, ops, dessa vez são peões. Antes de falar dos personagens, quero falar da narração da autora, ela consegue descrever o cenário de um modo tão realista, que se a gente fechar os olhos, dá para visualizar a cena perfeitamente, você entra no clima do livro como em um filme, sentindo o clima do ambiente, as emoções dos personagens, como se estivesse vivenciando a história. A forma que ela escreve contribui para que isso seja ainda mais forte, pois o linguajar que usado é o que predomina entre os personagens, dá até vontade de colocar uma bota e um chapéu para iniciar a leitura.

"A curiosidade o enlaçou como corda quando enrodilhava um bezerro, prendendo a sua atenção naqueles dois que se entreolhavam de modo enigmático."

"Mario apertou a boca, balançando a cabeça em sinal de afirmativo. Thomas tragou fundo o cigarro, semicerrando as pálpebras quando a fumaça ousou lhe ferir os olhos. Enquanto isso Santiago fitava a toalha da mesa, o jogo de xadrez na sobreposição das cores. A melancolia voltou a se instalar por ali, abrindo suas asas gigantes para abraça-los num carinho cheio de dor."

Deu para vocês entenderem o que eu quis dizer, apenas com esses quotes acho que já dá para sentir o clima. A emoção é palpável.

Para quem viveu a adolescência assistindo filmes de faroeste com John Wayne, a juventude lendo os livros da Diana Palmer, encontrar a Janice com seus personagens Brutos, cowboys e peões "Raiz" é como voltar para casa. Então vamos a história...

Mário, Thomas e Santiago são os Irmãos Lancaster, que terão suas histórias contadas nessa série, nesse primeiro livro temos Mário um peão de rodeio de sucesso, que sofre um acidente, vê sua carreira, seu sonho ruir, pois foi ferido no joelho e não poderia mais voltar a montar. Como se não bastasse, quando volta da sedação da cirurgia após o acidente, tem a notícia que seu pai faleceu em um acidente, então além de ter que lutar por sua recuperação, ter que cuidar da mãe que está sofrendo a perda do marido e ainda lidar com a fazenda que não está bem financeiramente.

"Cem cabeças de gado, uma miséria. Anos antes, eram cinco mil, quando vencia os campeonatos e trazia dinheiro para a fazenda, o pai ainda era vivo, e a mãe não desperdiçava grana nos jogos de azar. De repente tudo desmoronou. Breno Lancaster sofreu um acidente de carro, e Mário teve o joelho quase esmagado pela pisada de um touro. O dinheiro parou de vir do advogado e do peão de rodeio."

Ele mora com sua mãe na fazenda, que é uma senhorinha maravilhosa, que eu já respeito "pra" caramba...

"Aquela lá tinha estilo, sem dúvida alguma, só não se sabia se era o estilo country, o hippie ou o deus nos acuda."

"Endereçou um longo olhar à mocinha de sessenta e cinco anos e se lembrou da autoridade que ela ainda exercia naquela fazenda mesmo sustentada pelo filho. Não era o dinheiro que determinava a posição hierárquica de uma pessoa, mas sua grandeza de espírito, a honestidade e o respeito conquistados."

Quando ela vê que as coisas estão ficando complicadas na fazenda, resolve chamar os outros dois filhos que moram fora, para ajudar a reconstruir a fazenda.

Natália é uma garota rica que sempre teve tudo mas ao mesmo tempo não teve nada, e vive para provar para o pai que é capaz de herdar e administrar as suas empresas, mas tudo que faz nunca é o suficiente para ele.

"Ela era adulta, sim. Mas, antes disso, havia sido criança e adolescente, e a situação entre ambos nunca passou de um esboço de relacionamento entre pai e filha, um rascunho malfeito como uma carta de ódio redigida numa letra bonita ou uma carta de amor numa caligrafia ilegível."

Duas pessoas com vidas opostas, totalmente diferentes mas que no final acabaram se tornando iguais. Ele tinha tudo na vida, fazia o que amava, tinha fama, dinheiro, um pai que era seu alicerce e de repente perdeu tudo. Ela sempre teve tudo, mas não tinha nada, sua mãe nunca foi uma mãe realmente e seu pai era apenas seu patrão, e um péssimo patrão por sinal. Ambos se tornaram pessoas que fugiam de relacionamentos, seus relacionamentos eram apenas físicos.

"—Vai uma, vêm duas — comentou, desinteressado. 
— É bem assim — disse o outro, rindo. — Pelo menos na sua horta. Não sei o que tem no seu jardim que está sempre bem adubado. 
— Nada. O meu jardim está seco e morto, a mulherada é que prefere se entupir de ilusão..."

Mas quando eles se encontram algo muda entre eles, não se sentem mais sozinhos, Mário sente a vontade de protegê-la e ela mesmo sabendo se cuidar, quer ser protegida por ele. Como irão lidar com essa diferença enorme que existe entre eles, uma mulher da cidade grande, sofisticada, com um peão de rodeio, simples e bruto.

"Era fácil se abrir para um homem simples, que não tinha jogos ou esquemas de conquista, que se colocava inteiro, aberto, mostrando o jeito rude e também cavalheiresco sem vergonha de se expor. Mário era autêntico e confiável. Sentia isso, sentia que podia confiar nele."

Quanto ela terminar o que veio fazer em Santo Cristo, conseguirá virar as costas e ir embora, voltando para sua vida (triste) onde vivia somente para o trabalho. Sete dias eram tudo que tinham.

"Uma estranha sensação a fez aceitar que deveria se entregar. Duraria apenas sete dias. Não havia como Mário atrapalhar seus planos de volta a sua vida de executiva. Tinham estilos de vida irreconciliáveis e não havia sentimento entre eles, além da cumplicidade entre protetor e protegida."

Será que vai ser assim tão fácil Dona  Madame? Um conto de fadas rural, com uma pegada hot, mostrando que seu príncipe pode estar onde você menos espera.

Terminei esse livro APAIXONADA, pronta para laçar os próximos Lancasters. Que venha o Thomas.


Bruto e Apaixonado

Sinopse:
Mário Lancaster e Natália Esteves parecem não ter nada a ver um com o outro: ele é um ex-peão de rodeio e ela, uma empresária sofisticada de uma metrópole. Ela deve demitir funcionários da maior fábrica local, e ele é o responsável por convencê-la a mudar de ideia. Eles estão em lados opostos, mas a química entre os dois é impossível de ignorar. Bruto e apaixonado é o primeiro volume da série Irmãos Lancaster e uma história irresistível de amor, superação, sedução e, claro, caubóis atraentes e possessivos.

Onde Comprar: Amazon