A Baronesa Descalça - Chiara Ciodarot


Hoje teremos um post especial sobre o primeiro livro do Clube dos Devassos: A Baronesa Descalça.  Vamos conhecer um pouquinho da personagem Amaia, da história e muitas curiosidades.


A BARONESA DESCALÇA
Amazon e Ed.Portal

Sinopse:
Vale do Paraíba, 1872. Saraus, bailes, rapazes, cavalgar e defender a abolição da escravatura, são estes os gostos da bela Amaia.

Mas tudo parece perder sentido quando seus pais morrem e deixam nas suas mãos uma fazenda de café e um testamento que a impede de alforriar os escravos. Sem saber como administrar uma fazenda e se afundando em dívidas, ela encontra apenas uma solução: se casar.

Todo e qualquer solteiro ou viúvo se torna um pretendente em potencial. Ou quase todo. Eduardo Montenegro não é pretendente para moça de família. Fundador do Clube dos Devassos, o misterioso Montenegro não pretende se casar, mas isso não o impede tentar levar Amaia para cama.

Enquanto tenta manter a sua integridade física e emocional, Amaia arruma um pretendente inesperado. Será que ela vai conseguir levar adiante o seu plano de salvar a fazenda e os escravos, ou será que a sua atração por Montenegro será maior? O famoso devasso acabará seduzido pelos encantos da charmosa abolicionista e a pedirá em casamento antes que ela se case com outro?

Baronesa Descalça é o primeiro livro da Coleção O Clube dos Devassos.


"Não queria que a vissem como uma peça a ser estudada antes de comprada. Ela era uma mulher e não um vaso que enfeitaria a sala de alguém."

Amaia já está passando da idade de uma mocinha casar para os padrões da época e mesmo assim, mesmo tendo vários pretendentes, não se decide por nenhum. Ela foi acostumada a ter tudo de bom e de melhor, frequentar as melhores casas, suas ocupações era ir a festas com as amigas e flertar com os rapazes. Mas de repente ela perde seus pais e toda responsabilidade recai sobre ela, cuidar de uma fazenda falida, proteger os escravos, pagar as várias dívidas deixadas pelo pai. Além de tudo isso ainda tem sua irmã Cora, que eu prefiro nem comentar. Ela podia vender tudo e recomeçar em outro lugar, virar as costas para o passado, mas ela prefere ficar e lutar pelo legado de seus pais, para salvar seus escravos.

"De costas, Amaia não pôde ver a gargalhada muda que Montenegro dera consigo próprio. Podia se dizer um “conhecedor de mulheres’, porém nunca havia visto uma assim: tão... tão... impulsiva? Talvez melhor seria a palavra “verdadeira”."

Mesmo que para conseguir salvar sua fazenda e os escravos ela tenha que fazer a única coisa que ela queria não fazer: Casar.


O que eu mais amei nesse livro é que mesmo Eduardo sendo lindo e maravilhoso, maduro e sensato, que tinha tudo para chamar a história para si, mas não é isso que aconteceu, quem é o foco aqui é Amaia, uma garota que no início vocês poderão achar mimada e fútil pelo seu jeito desafiador, mas que no fundo ela só queria a liberdade de escolher seu próprio caminho, de ser mulher e não viver a sombra de um homem. Ela ia contra as regras da época, desafiava a sociedade. Se mostrou forte e determinada.


— Somos feitos do mesmo sal, você e eu. O sal que dá gosto a esta terra. (trecho do livro)


Nesse quote do livro vemos uma característica marcante dos personagens, o amor pela terra, por suas fazendas eles são capazes de fazer os maiores sacrifícios, então esse título faria o maior sentido. Mas a Baronesa Descalça ficou muito melhor, pois como eu disse anteriormente, o foco da história é Amaia com seu amor pela terra e a sua defesa aos escravos.


O livro A Baronesa Descalça é daqueles que você tem que degustar, saborear, não é daqueles que você lê rápido, devorando, ele tem um ritmo lento, gostoso, onde onde você pode apreciar a paisagem, os cenários, os acontecimentos de forma gradual. A riqueza de detalhes em nem um momento torna a obra cansativa e sim ainda mais fascinante. Se passa em uma época tão conhecida por nós dos livros de história é um bônus, ver retratado um período tão conhecido,ver o que acontecia com os escravos, os escravocratas, os costumes da época, e por estarmos familiarizadas com toda essa dinâmica, acabamos  nos sentindo em casa.


Outra curiosidade é que o sobrenome Carvalho é uma homenagem a família de fazendeiros da autora e que o Clube dos Devassos foi inspirado no Clube dos Cafajestes que o avô da autora participou a 40 anos atrás. Ou seja é uma obra recheada de inspirações familiares o que a torna ainda mais especial.

Onde Comprar:
Amazon (Ebook): https://amzn.to/2Voc8Qg
Editora Portal (Físico) https://www.editoraportal.com.br/produto/baronesa/

Nenhum comentário