Resenha: O Próximo Homem da Minha Mulher Sou Eu - Camila Marciano


"A gente não limpa o peito com dias de silêncio. A gente limpa o coração com minutos de conversa. É essa a muleta que a gente usa quando não consegue se erguer sozinho. A gente usa a conversa, as palavras de amor e a sinceridade."
Li essa livro a muito tempo atrás, quando eu não tinha blog, não compartilhava minhas leituras, e resolvi reler para compartilhar com vocês, um pouquinho do que esse livro me trouxe.

Casamento... O que é um casamento? O final feliz de uma história de amor? Não. Casamento é o começo de uma história a dois. E nessa história nem tudo são flores... É isso que a Camila nos conta nesse livro, Dio e Fê vivem uma história, onde o amor foi soterrado pela rotina, pelas dificuldades, filhos, pela falta da preocupação com o outro, pelo deixar para depois, e sobretudo pelo estar junto e se sentir sozinho.

A Fê joga a toalha e decide se separar, depois de parar e ver de tudo que desistiu, de ver que ela leva aquela família nas costas e não tem tempo para si mesma resolve que é hora de dar um basta. E é aqui que começa a nossa história.  É aqui que Dio resolve reconquistar o amor de sua vida. É disso que se trata... Do depois do felizes para sempre.

Tem duas coisas que eu amo na escrita da Cams, uma é a humanidade dos seus personagens, da realidade das suas tramas. É impossível você não se identificar, não se afeiçoar aos personagens, não chorar com suas dores... Outra coisa é a melodia que ela  emprega em seus textos.  Sua escrita tem um ritmo, um gingado que a torna única. Que torna a leitura de suas histórias uma experiência muito prazerosa.

Esse livro não é clichê, não é bonitinho, não é amorzinho... É real, tão real que te choca, te abala, te faz pensar: Eu vivi isso, eu já vivi essa história, quer como uma experiencia real por ter sido absorvido estar ali do lado dos personagens, vivendo tudo junto com eles... Fê é uma mulher que se sufocou no casamento, não era mais mulher... Era esposa e mãe, seus sonhos e desejos não eram mais prioridade. Mas ela toma as rédeas de sua vida de volta e agora Dio terá que se adaptar a essa nova Fernanda e fazer mais ainda, terá que reconquistar aquela mulher.

"Você não percebe que está quinze dias sem beijar a mulher da sua vida até que você volta a beijar. Ela tem gosto de pasta de dentes e cheira a hidratante, mas tem uma outra coisa por debaixo disso que me dá uma saudade muito apertada. Saudade de nós dois cozinhando sozinhos em casa. Saudade daquele momento que ninguém quer esperar acabar o almoço para poder transar. Uma sensação mordaz, doce e azeda, que bate no estômago e sobe para a boca, que passa da minha boca para a boca dela e quando você percebe, ela geme. Também sente, essa é a graça. Coisa que passa de mim para ela, que lembra que estamos conectados mais que por contas e filhos, mais que por um cartão de débito com dois nomes."
Eu super recomendo esse livro se você não tem medo da realidade nua e crua, mas contada com uma sensibilidade que encanta, com uma escrita única, deliciosa, embarque nesse mundo da Família Ferreiras e se (re)invente com eles, aprenda, ame, chore e principalmente se apaixone.

Em breve estarei relendo os livros dos filhos do casal e com certeza venho aqui contar para vocês.

Link de compra do eboook: https://amzn.to/2KR8wi9

Outros livros da autora: https://amzn.to/2Z48wAJ

Lojinha da autora: www.camilamarciano.com.br

O Próximo Homem da Minha Mulher Sou Eu

Você consegue dizer o ponto exato em que o amor acaba? Consegue dizer quando as contas, a rotina e os filhos afogam o amor? Consegue dizer quando acaba o tesão?

Eu nunca soube.

Isso aqui não é uma história de dois adolescentes que se batem mas no fundo se amam. Eu sou um pai de dois filhos, sou casado.

Esta aqui é sobre reconquistar a mesma mulher que você já meteu uma aliança no dedo, mas deixou escapá-la por entre eles. Ela se foi e você nem viu. Esta vai para todos os cabaços que como eu, esqueceram-se que o amor não é um posto, é exercício. É um jogo de tentativa e erro com algumas regras pré-estabelecidas.

Aqui, o amor é outra coisa.

Não é à toa - Que os contos de fadas terminam no casamento e a ideia de "casamento perfeito" vem estampado num comercial de margarina.

Nenhum comentário