Resenha: Pássaro Liberto - Dani Assis


 "Sua coragem e altruísmo são admiráveis, a necessidade que tem em ajudar aqueles que estão a sua volta é louvável e distante da minha realidade, talvez seja por isso que ela anseie tanto em se tornar um pássaro liberto."
A história de Egan e Blanca mostra dois lados de uma moeda, onde em um lado uma vida é capturada pelas trevas, feita refém de uma chantagem, que para salvar as pessoas que mais ama ele tem que se submeter as vontades e ordens de um bandido, e no outro uma vida que quase foi corrompida, que para fugir sofrimento de quem não tem nem o mínimo para sobreviver, vê uma saída a sua frente, mas antes de se entregar, descobre o preço que terá que pagar, um pássaro preso em uma gaiola pedindo para morrer, faz que mude de ideia e fuja.
"Em dias que me sindo como um verme rastejante, tanto pelas crueldades que cometi quanto pelas que vivi, descubro em Blanca como é respirar de verdade, como é colocar a cabeça para fora do lamaçal e sentir o sol atingir o meu rosto, esvaecendo as obscuridades que enodoam minha alma."
Quando Egan encontra Blanca, começa a ter esperança, começa a ter vontade de mudar tudo aquilo que está errado em sua vida, sair da escuridão que é algo permanente em sua vida. E também vê que tem a chance de ser a diferença na vida de alguém, um garoto que como ele, estava se encaminhando para  a escuridão, sem chances de conseguir escapar.
" A expressão de Egan e Carlito se assemelham, é como se eu tivesse em minha mesa, duas versões de uma mesma vida, o passado e o presente representados por um homem e uma criança, ambos privados de coisas comuns e banais, como se sentar para uma refeição divertida com sua família." 
Esse livro nos trás um realidade nua e crua, que destrói aos poucos o nosso coração, ainda mais ao sabermos que isso acontece não uma vez, mais muitas e muitas vezes em vários locais... São crianças à mercê de um sistema que exclui, os tratam como meras estatísticas, são vidas ceifadas, destruídas...
"Para muitos deles, é difícil se manter incorruptível, quando só uma porta está sempre aberta."
Mas mesmo em um universo que a falta de esperança e a maldade circulam e nos deixam com o coração apertado, envolto num eterno pesar, a Dani coloca um feixe de luz, um oásis num deserto: Blanca. E essa luz vai se tornando mais forte e clareando, dando brilho a essa história, que se torna um respiro de ar fresco no meio do ar denso que circula ao redor.

Aquele toque Dani de ser, que aquece o coração com a pureza, o carinho e o amor que transborda pelas páginas, que mesmo com uma história que se torna ainda mais cruel por ser tão perto da nossa realidade, nos faz suspirar e sonhar com dias melhores.
"Até o dia em que meu professor de português me entregou esse livro, e ler se tornou o meu respiro, a bolha de oxigênio que salvou minha vida, que me amparou de ser engolida para o fundo de um lago escuro e morrer sufocada pouco a pouco."
Uma coisa que me marcou foi o destaque que a Dani deu a uma profissão que muitas vezes é desmerecida, por que além de ser um alicerce para um futuro profissional de destaque, ainda tem o poder de salvar vidas, vidas que estão fadadas ao limbo, mas onde eles podem fazer a diferença e iluminar o caminho certo a seguir. O trabalho do professor muitas vezes não é somente ensinar uma matéria, é também conduzir uma vida para um caminho melhor, mais seguro, fazer o papel de uma família muitas vezes relapsa, quase inexistente, e não ganhar quase nada para isso.

Uma leitura linda, como são todos os livros da autora, que mesmo tratando de assuntos que não são nada bonitos, tem sempre um excesso de beleza no coração dos personagens, que muitas vezes só precisam de amor e carinho para que despertem e transbordem.


Pássaro Liberto

Blanca e sua mãe vivem na extrema pobreza, ela pensa que entrar para uma organização criminosa é a maneira mais rápida de conseguir dinheiro. Mas, ao ficar cara a cara com o chefe dessa organização, Blanca percebe que sua vida corre perigo, ela precisa achar uma maneira de fugir.

No entanto, antes de fugir, Blanca se depara com Egan ensanguentado. Ele é constantemente punido, surrado e preso dentro de uma gaiola de ferro. Egan foi vendido para essa facção quando tinha apenas onze anos de idade. Desde então vive dividido entre as ordens cruéis que precisa cumprir, e o desejo de salvar sua mãe e irmão, que ainda são reféns de Nolasco, o chefe dessa organização. Blanca tenta ajudá-lo, mas ela precisa salvar a si mesma antes, mesmo que para isso seja forçada a abandoná-lo.

Depois de alguns anos, os dois agora vivem em realidades distintas, as dificuldades de Blanca ficaram para trás e ela se tornou uma professora dedicada. Entretanto, não há um só dia em que Blanca não pense em Egan e no fatídico dia em que teve de deixá-lo para trás.

Ela não sabe, mas seu caminho está prestes a cruzar com o de Egan mais uma vez. Ele continua na facção, e aos vinte e oito anos de idade não aceita a vida criminosa que leva com Nolasco, mas tampouco sabe como é viver fora daquilo.

Egan precisará de ajuda e dessa vez Blanca está determinada em salvá-lo, ela é a única pessoa que pode abrir essa gaiola para que Egan voe livre. Juntos eles vão encontrar mais que a porta para a liberdade, eles vão encontrar a porta para o amor.

"Pássaro Liberto é um livro romântico e sensível que narra de maneira única a busca de um homem pela liberdade, e a de uma mulher que não mede esforços para mudar o mundo."

Onde encontrar: 

Amazon: https://amzn.to/2tcjM3M

Wattpad: https://www.wattpad.com/story/176943920-p%C3%A1ssaro-liberto-a-busca-de-um-homem-pela-liberdade

Nenhum comentário