Resenha: Um bebê para o Natal - Aretha V. Guedes


Um presente de história... 

"No entanto, estar vivo era o sinônimo de correr riscos, não? Sempre algo podia vir a nos machucar física ou psicologicamente. Estava cansada de sentir medo e fugir o tempo inteiro. Não queria apenas existir e sim viver."

Quando comecei a ler esse livro, pensei que era um livro divertido e leve, mas ele me surpreendeu, se mostrou muito mais que isso, eu me apaixonei pela trama, pelos personagens (O que é Miguel??) e pela magia em forma de palavras que é essa história.

A autora toca um ponto que é sempre deixado de lado, quanto as palavras pode agredir, deixar cicatrizes tão profundas quanto a agressão física. Quando a autoestima é destruída tudo se torna tão triste, para Larissa só mesmo a sua filha Duda a mantinha em pé, lutando para sobreviver. 

O quanto é difícil encarar o medo, dar o primeiro passo em direção a felicidade. Sempre é mais fácil voltar a trás, se esconder, fugir, mas para enfrentar o medo de ser machucada, dar uma chance a felicidade, muitas vezes precisa muito mais que força de vontade, precisa de ajuda, carinho e amor. E isso veio em forma de um bebê e seu pai que invadem o dia a dia de Larissa e Duda trazendo as luzes de Natal para suas vidas.

E a Duda e a Melissa foram a cereja do bolo dessa história.

Amei e super recomendo.

Um bebê para o Natal

Livro único recomendado para maiores de 18 anos.
______________________

Lista de compras para o natal: arroz, peru, uvas passas, panetone e… o bebê do vizinho?
Larissa está se preparando para as festas de fim de ano, o que ela não espera é que em um mal-entendido uma bebezinha seja entregue aos seus cuidados. Ora, sendo mãe solteira, ela já tem muito com o que se preocupar! Como cuidar da filha de outro, quando já tem a dela e uma ceia natalina para preparar? Mesmo que o outro seja o homem delicioso que mora no andar de baixo, Larissa não deve ajudar.
O difícil é negar algo a Miguel Lobo…

Link de compra: https://amzn.to/2E9cEY6

Nenhum comentário