Indicação: King - Carol Moura


" Aquela foi a primeira vez que me senti livre. A sensação era de que eu estava colocando o pé para fora de uma gaiola. As cores do mundo se mostraram menos opacas, mais vibrantes. E quando olhei para baixo, vi Patrick, com um sorriso largo nos lábios e os olhos demonstrando admiração."
Primeira leitura do ano e não poderia ser melhor. Me apaixonei pela capa, amo histórias com música e ballet, mas essa realmente me surpreendeu, me conquistou do começo ao fim.

Julie e King se apaixonam muito novos, e encontram muitos obstáculos para viver esse amor inclusive os pais deles são contra, mas o amor deles é tão lindo que é impossível não se apaixonar e torcer pelo amor dos dois.
"— Beije-me de volta, princesa... — exigiu e mordeu meu lábio inferior mais uma vez. Eu não estava beijando-o? Merda! O prazer de ter seu corpo pressionado ao meu e seus lábios em mim me fez apenas aproveitar a sensação, não havia percebido que estava apenas lá, existindo, enquanto King fazia o trabalho."
King que mostrar ao pai que sabe o que quer para sua vida, e não vai ceder aos seus caprichos, ele quer viver de sua música e para isso está se virando como pode para pagar sua faculdade, mesmo que para isso tenha que recorrer a meios ilícitos como corridas ilegais e apostas. Ele não se ligava a ninguém até encontrar Julie.
"Ele me soltou vagarosamente e beijou-me na boca uma vez mais antes de abrir a porta traseira do Dogde Mitsubishi Volkyswagen Hyundai ou qualquer coisa do tipo, fazendo sinal para que eu entrasse no carro. Entrei sem pensar duas vezes, meu corpo todo ainda doía por ele. Nunca havia sentido um homem dentro de mim, o ballet tomou meu tempo, minha obsessão por ser a melhor levou minhas oportunidades de experimentar coisas além de beijos quentes com os garotos da escola."
 (Super me identifiquei com a Julie nesse quote...kkkk...Um carro é um carro, né?)

Julie é uma bailarina e quer viver para isso, almeja uma carreira internacional, isso também é o sonho de sua mãe, que não mede esforços para que sua filha chegue ao topo. Ela tenta manter a distância da mãe que a sufoca controlando sua vida. Pela primeira vez ela está tendo o gostinho do que é liberdade.

Mesmo com todas as dificuldades que surgem, eles se amam, e seguem firmes e fortes, apoiando um ao outro como deve ser entre os que se amam... Mas o que eles não esperavam que um golpe do destino venha a atrapalhar os seus planos e quem sabe os separar para sempre... O amor será posto a uma dura prova.

Até onde você iria para proteger o amor de sua vida? Sacrificaria sua felicidade? O seu futuro?

A Autora tem uma escrita maravilhosa, é o primeiro livro que eu leio dela e já fiquei com  vontade de ler outros. E ainda nos reserva várias surpresas na história que são a cereja do bolo, quando você pensa que já sabe tudo, que tudo é previsível, ela te surpreende mostrando que você não sabe nada (mesmo que isso esteja na sua cara o tempo todo). Adoro isso! Ela mexe com o leitor, nos mostra que as vezes o outro lado não é bem como pensamos, que antes de julgar temos que ver o que realmente aconteceu.

"Credo, Julienne! Você parece um contador fazendo o imposto de renda de alguém! Orgasmo proporcionado por terceiros? Quem fala isso? Bem, alguém que tem a experiência sexual de um monge!"

Uma história com toques de humor que fazem a diferença. Ri demais com a interação da Julie com ela mesma.

Super recomendo.

King

King está em minha vida mesmo que eu não queira.
Ele se faz presente a cada momento desde que o conheci naquele maldito racha. É perigoso na mesma proporção que é delicioso, arrogante, sexy e Deus!.. Se algum dia pensei saber algo sobre sexo, paixão ou adrenalina, King apareceu apenas para me dar um recadinho:
Você vai aprender comigo, princesa!
As mulheres o querem.
Os homens o invejam.
E eu não posso me apaixonar por ele.
Tenho outras prioridades em minha vida.
Mas ele me consome apenas com o olhar e quando me toca, é como se eu não pertencesse a mais ninguém, senão ele.
Nada me fez dançar como King.

Link: https://amzn.to/37xJmiC

Nenhum comentário