Resenha: Lady Audácia - Karina Heid


"Da briga interna dentro da cabeça, que deixaria uma briga de taverna parecendo um argumento leve? Com a sensação de estar firmemente segura nos braços fortes de um homem que achava igualmente belo e irritante, e que a deixava confusa e perdida entre o que era desvirtuoso e excitante?"

Que história meus amigos... Daquelas que é para pegar e devorar... Mas eu me policiei demais para ler aos poucos durante os sprints de leitura do Desafio #MarcoDeEpocaPL. Consegui participar de todos, me deliciando a cada dia com um trecho, relutando para parar de ler no tempo certo. Foi uma experiência incrível, como se eu tivesse um encontro marcado todo dia com Emma e Dietrich.

Eles iniciam essa história cada um com o plano de não se apaixonarem. Ela por causa de sua saúde frágil, tinha o desejo de realizar alguns sonhos antes que fosse tarde. Ele por tentar focar apenas em recuperar sua virilidade, fazendo tudo que fosse necessário para que o pequeno Dieter voltasse a ativa.

Mas o que ele não esperava que isso aconteceria apenas com a garota que estava muito longe do seu ideal de mulher com a qual ele se envolveria.

"— Quem está roubando meu coração pouco a pouco é a senhorita. Quem deveria ter medo sou eu!"

Entre farpas e respostas afiadas eles vão se conhecendo aos poucos e um sentimento vai despontando. O que era para ser apenas um acordo que iria favorecer aos dois acaba se tornando algo mais profundo.

Estou encantada com a química e a dinâmica entre eles, eles se desafiam o tempo todo... E com isso nós temos diversão garantida.

"Ela parecia querer partir e ficar, as duas coisas ao mesmo tempo. Dietrich não queria que ela fosse; precisava entender porque reagia a cada frase dela."

Mas também temos momentos lindos, aqueles que nos fazem suspirar.

Amei demais minha primeira leitura do mês. Perfeição de história!

Lady Audácia 

Sinopse: 
Reino de Württemberg, 1871 — Tudo que o duque de Württemberg faz desde que foi constrangedoramente alvejado na guerra é embebedar-se e fugir das demandas da mãe, que quer vê-lo casado e produzindo herdeiros. Mas se tem algo que Dietrich teme mais do que tiros, são as mulheres. Cruéis, elas conseguem ser piores que suas lembranças das balas ricocheteando sobre a cabeça. Ele prefere as trincheiras aos bailes, onde seu acidente - e fracassos justamente naquela área - rendem mexericos infinitos.

Emma Thiessen, filha do meio do maior industrial do aço, foi criada em uma redoma, como uma flor vulnerável. Mas por trás da saúde frágil esconde-se uma moça inteligente e determinada a fazer algo relevante da vida. Assim que a rigorosa governanta dos Thiessen se ausenta, ela espalha seus mapas pela sala e estuda maneiras de unir-se à aclamada expedição do maior naturalista do reino rumo à África. Ela se recusa a ser uma inválida.

Quando o destino a coloca frente a frente com o mais irritante, indecente e mal falado dos homens, o Duque de Württemberg, ela o repele. Obrigada a dançar com ele, convence-se que só precisa tolerá-lo por uma dança e nada mais. Mas uma dança seria tempo suficiente para se apaixonarem? A resposta seria não, se não fosse por um detalhe: a inexplicável e incompreensível reação do duque à sua audácia..

Onde Encontrar: https://amzn.to/2P8JUYF

Nenhum comentário